You are here:  / Destaque / Entrevistas / Blondie | Diretor fala sobre o projeto

Blondie | Diretor fala sobre o projeto

Dante Vescio e Rodrigo Gasparini, assim como tantos outros diretores independentes, colocaram a mão na massa e começaram suas carreiras com curtas e longas metragens como ‘O Diabo Mora Aqui’. Agora, continuam no gênero terror, mas pegam uma personagem pouco utilizada e a reconstroem. Estamos falando da loira do banheiro, que no curta Blondie ganha uma nova roupagem. Dante conversou conosco sobre o projeto. Confira a entrevista.

Cinema e Pipoca: Como surgiu a ideia para Blondie? E por que a escolha, justamente, da Loira do Banheiro?
Dante Vescio: A idéia veio do Rodrigo e da vontade dele de tentar dar uma nova vida a essa lenda. A escolha da Loira do Banheiro foi justamente por acharmos que é uma lenda um tanto “fraca” e não muito assustadora. Tentamos nos desafiar a dar a ela uma nova cara, um novo visual e, também, deixá-la um pouco mais assustadora.

C&P: É mais difícil escolher atores mirins ou adultos? E como chegaram à conclusão de que aqueles seriam os atores?
DV: Cada um tem seus desafios específicos. Atores mirins são mais difíceis no que diz respeito a experiência. Por serem muito jovens, não tiveram tempo de aprender muitas técnicas de atuação. Por isso, sempre que escolhemos atores mirins, nos focamos muito na personalidade e no visual deles. Se a personalidade e o visual casam com o personagem, pegamos o desafio, mesmo que eles não saibam atuar muito bem ainda. Foi exatamente assim que chegamos à conclusão dos nossos dois atores. Ambos se encaixavam muito com os personagens em termos de personalidade e visual.

C&P: Existe uma estética que lembra muito a dos filmes de terror dos anos 80. Quais as referências que quiseram trazer para o curta?
DV: As nossas principais referências foram “Creepshow”, de George Romero, e os quadrinhos antigos da EC Comics, como “Tales from the Crypt” e “The Vault of Horror”. Inclusive, o próprio ‘Creepshow’ se inspirou nesses quadrinhos.

C&P: Em quanto tempo o roteiro foi escrito?
DV: Foram alguns dias de pesquisa sobre a lenda, mas o roteiro em si foi escrito em um dia.

C&P: A maquiagem e a fotografia de Blondie são excelentes, qual delas deu mais trabalho para compôr?
DV: Ambos foram trabalhosos e tiveram seus desafios. Mas nos dois casos, foram feitos por pessoas guerrilheiras. A equipe de fotografia era composta só pelo diretor de fotografia (Francis Girard) e sua assistente de câmera e de iluminação (Livia Jorge). Toda a maquiagem de efeitos especiais foi feita pela Isabela Costa, desde os dentes até o cabelo e a maquiagem em si.

C&P: Vocês estão concorrendo contra outros curtas no site My Rode Reel, poderia nos explicar como funciona a competição e como as pessoas podem votar?
DV: As inscrições para o My Rode Reel encerraram e, no total, foram mais de mil curtas inscritos do mundo inteiro. As votações vão até o dia 4 de julho para a escolha do melhor filme pelo voto popular. Além disso, um júri especializado vai premiar os melhores curtas em categorias específicas, como melhor fotografia, melhor mixagem e por aí vai, além de premiar os melhores filmes em cada gênero, como melhor ação, melhor drama, melhor comédia, melhor terror. As pessoas podem votar através do link do nosso curta no site da competição: http://www.rode.com/myrodereel/watch/entry/1764. Basta clicar no ““<3 Vote” logo abaixo do vídeo e da sinopse.

C&P: Quais os próximos trabalhos que irão para o ar e que podem nos contar.
DV: No momento estamos na busca de um próximo projeto. Assim que soubermos algo mais definitivo vamos avisar todos!

Assista ao curta aqui:

Confira aqui outras entrevistas feitas pelo Cinema e Pipoca!

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas