You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / Benedetta de Paul Verhoeven
benedetta de paul verhoeven

Benedetta de Paul Verhoeven

Benedetta de Paul Verhoeven, é um dos filmes mais polêmicos do ano. Contudo, isso não começou agora. Os primeiros burburinhos foram no Festival de Cannes, por conta de uma cena específica (e que não vale ser detalhada).

O controverso diretor, que já nos deu obras primas como Robocop e Elle, se baseia numa história real para dialogar sobre fundamentalismo religioso e como o sexo e a sexualidade estão interligados nestes preceitos. Tanto que a própria Benedetta tem visões de um Jesus Cristo menos benevolente com os inimigos, que a trata por esposa e muito mais.

Aliás, o roteiro não está interessado em saber se a beata fala a verdade ou tudo aquilo (os estigmas, inclusive) é apenas invencionice.

As interconexões entre a Madre Superiora e o papado, a inveja das outras freira, bem como o lesbianismo dentro do convento, são detalhes que não soam gratuitos e que só somam à narrativa.

E se você acha que, só porque Benedetta de Paul Verhoeven, se passa no século XVI que não lida com atualidades, está redondamente enganado. Ou será que, tirando as devidas proporções, o oportunismo religioso, a hipocrisia e os preconceitos não se mantiveram ao longo dos tempos?

No alto de seus 83 anos, o holandês prova que ainda tem muita lenha para queimar.

O Elenco

E precisei fazer este tópico para apontar o elenco. Com destaque, primeiramente, à entrega de Virginie Efira e, logo depois, aos veteranos Charlotte Rampling e Lambert Wilson.

Só não é perfeito porque, quando Bartolomea, vivida por Daphne Patakia, aparece, é algo apressado e, ao meu ver, fora daquilo proposto ate então.

Se não tiver estômago forte e mente aberta, passe longe.

Sinopse de Benedetta:

O roteiro é uma adaptação de Immodest Acts: The Life of a Lesbian Nun in Renaissance Italy. Escrito pela historiadora inglesa Judith C. Brown. Conta a história real da freira católica mística e lésbica Benedetta Carlini, que viveu na Itália da Contrarreforma.

Nascida em 1590, numa família de classe média, entrou para o Convento de Madre de Deus, em Pescia. Logo depois, teve visões de homens que tentavam matá-la. Por isso, é assistida por uma irmã que passa a dividir o quarto com ela. Contudo, as duas se tornam ainda mais próximas e, dali, surge um romance.

Título Original: Benedetta
Ano Lançamento: 2021 (França / Holanda)
Dir: Paul Verhoeven
Elenco: Virginie Efira, Lambert Wilson, Daphne Patakia, Charlotte Rampling, Olivier Rabourdin, Clotilde Courau, David Clavel, Hervé Pierre, Louise Chevillotte

ORÇAMENTO: —
NOTA: 9,0

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca