You are here:  / Críticas / APOLLO 18

APOLLO 18

O uso de hand cam para driblar o baixo orçamento de um filme já foi muito melhor explorado em obras como A BRUXA DE BLAIR ou [REC], porém de uns tempos para cá tudo é motivo para que este ‘artifício’ seja utilizado. Outra coisa em questão é notarmos que o fator ‘baseado em fatos reais’ já não causa o mesmo impacto e tensão.

APOLLO 18, produzido pelo russo TIMUR BEKMAMBETOV (diretor de O PROCURADO) coloca como pano de fundo a guerra espacial entre Estados Unidos e União Soviética e a eterna busca do homem por alienígenas, mas apesar destes detalhes que poderiam render um filme no mínimo razoável, não há um motivo sequer para o projeto ter saído do papel.

São 88 minutos de projeção que passam arrastados, justamente porque os diálogos não têm o menor nexo e são gigantescos, o suspense chega rápido e vai embora com a mesma velocidade e os protagonistas são horrorosos.
Nem o pífio [REC] 2 conseguiu a proeza de ser tão ridículo e gratuito como APOLLO 18 e a tentativa de causar medo e tensão apenas com barulhos e sombras vai por água abaixo, pois o diretor GONZALO LÓPEZ-GALLEGO os usa de forma primária.

Após lançarem a Apollo 17 no espaço em 1972 e ser oficialmente a última missão tripulada para a Lua, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos coloca em órbita a Apollo 18 numa missão secreta. Com isso imagens dos pilotos foram gravadas e o relato apavorante explica o motivo do homem jamais ter pisado na Lua outra vez.

Além de dinheiro, faltou ousadia e criatividade para comporem uma atmosfera aterrorizante, pois não basta vermos flashes de luz, escuridão e respiração ofegante para nos causar tal sensação. Reveja mil vezes o clássico CONTATOS IMEDIATOS EM 3º GRAU e passe longe deste exemplar medíocre sobre extraterrestres.

Título Original: Apollo 18
Ano Lançamento: 2011 (EUA)
Dir: Gonzalo López-Gallego

Elenco: Warren Christie, Lloyd Owen

ORÇAMENTO: 5 Milhões de Dólares


PERGUNTA PARA O INTERNAUTA:

* O que você achou de APOLLO 18?
* Este tipo de filmagem ‘semi-documental’ ainda causa impacto ?

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas