You are here:  / Críticas / Alexandre é um épico fraco e sonolento!

Alexandre é um épico fraco e sonolento!

Na política existem os candidatos que prometem mundos e fundos, que fazem tudo antes das eleições, mas se esquecem dessas dívidas ao serem eleitos. A indústria hollywoodiana se assemelha a Alexandreisso. Produções supostamente poderosas e escoradas num marketing ferrenho antes da estréia, chegam aos multiplex e caem diante da fria recepção de público e crítica. E foi exatamente o que aconteceu com Alexandre, um épico fraco e sonolento.

Oliver Stone (As Torres Gêmeas) gastou 150 milhões de dólares em seu novo trabalho e contratou um elenco estelar, mas filmou uma obra chatíssima. O martírio começa com Colin Farrell (Miami Vice) mal caracterizado e com a cabeleira loira que dá certa vergonha alheia, Anthony Hopkins (Um Crime de Mestre), como narrador da história, está contido nas pequenas aparições e Angelina Jolie (O Procurado) perde até a sensualidade habitual. Mas Val Kilmer (Fogo contra Fogo) é quem surpreende, fazendo seu coadjuvante ser mais interessante que o personagem título.

Após uma contundente aula cinematográfica de Ridley Scott em Gladiador, é irritante notar as fracas cenas de luta, os diálogos mornos e a tentativa (em vão!) de criar sequências polêmicas com a temática homossexual. Dica: espere ser transmitido na Tela Quente!

NOTA: 3,5
ORÇAMENTO: 150 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca