You are here:  / Críticas / Trailers / 12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição

12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição

A primeira questão que me vem em mente é: por que a distribuidora nacional não manteve o título Uma Noite de Crime e inseriu os costumeiros subtítulos? Estamos tão acostumados com isso que não faria diferença alguma. 12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição passou longe de sera a escolha mais acertada.

Mas assim como os outros dois filmes anteriores da franquia, o projeto mantém a ideia muito interessante, ou seja, estudar a violência gratuita enraizada em nossa sociedade, dando aos seus personagens perspectivas bem maniqueístas (você saberá logo de cara quem é o vilão e quem são os mocinhos). Isso nem seria tão ruim, não fosse o romance criado lá pelas tantas para deixar ainda mais claro para o espectador para quem ele deve torcer – será que os roteiristas de Hollywood precisam explicar tudo tão mastigado pra gente?

12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição tem um orçamento baixa se comparado com diversos blockbusters por aí e essa expansão, que mostra a forma com que a cidade inteira é atingida por aquele feriado, deixa a desejar pois ela nunca parece suficientemente povoada, ou seja, haveria a necessidade de locações maiores e muito mais figurantes para nos fazer acreditar em todo o caos gerado por aquela ação.

12 Horas para Sobreviver - O Ano da Eleição

Pôster do filme

A violência continua boa? Sim, mas com algumas ressalvas, como na sequência do drone. Os coadjuvantes continuam ruins? Sem sombra de dúvidas. Adicione também as personalidades vilanescas dos governantes e… bingo, teremos ‘chefões de fase’ mais genéricos dos últimos tempos. Gostaria de crer que não houvessem outras continuações… mas, pelo visto, haverão uma centena delas.

Sinopse de 12 Horas para Sobreviver – O Ano da Eleição

Leo Barnes, interpretado pelo fraco Frank Grillo, é braço direito senadora Charlie Ronan. Ela quer acabar com o dia do expurgo, e com isso ganha diversos inimigos dentro do senado norte-americano. Quando os assassinatos são liberados, homens invadem sua casa e a dupla deverá fugir antes que seja tarde demais.

Título Original: The Purge: Election Year
Ano Lançamento: 2016 (Estados Unidos)

Dir: James DeMonaco
Elenco: Frank Grillo, Elizabeth Mitchell, Christy Coco, Mykelti Williamson, José Juliano Soria, Betty Gabriel, Terry Serpico

ORÇAMENTO: 10 Milhões de Dólares
NOTA: 4,0

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games